Brasil

Governo quer idade mínima para aposentadoria

Brasil é um dos poucos países que não adotam esse limite

Gerciane Alves Publicado em 14/06/2015, às 17h34

None
aposentadoria.jpg

Brasil é um dos poucos países que não adotam esse limite

O governo federal vai discutir a elaboração de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que fixe uma idade mínima para a aposentadoria, além de uma nova fórmula para garantir o valor integral do benefício. A proposta será apresentada às centrais sindicais como alternativa ao fator previdenciário.

De acordo com a publicação, assessores de Dilma Rousseff confirmaram que a presidente vai tratar do assunto com sua equipe e ainda não tem uma proposta fechada.  Dilma tem até quarta-feira para fechar acordo com os sindicalistas, já que no dia 17 de junho vence o prazo para sancionar ou vetar a proposta aprovada no Congresso que criou uma alternativa ao fator previdenciário.

A alternativa, chamada de fórmula 85/95, permite a aposentadoria integral (sem o corte do fator previdenciário) sempre que a soma da idade com o tempo de contribuição der 85, para mulheres, ou 95, para homens.

Essa fórmula permite a aposentadoria integral (sem o corte do fator previdenciário) sempre que a soma da idade com o tempo de contribuição der 85, para mulheres, ou 95, para homens. O governo acredita que esse projeto inviabiliza financeiramente a Previdência.

Segundo a publicação, as projeções indicam que os gastos da Previdência aumentariam em R$ 99 bilhões com a aprovação do projeto, e subiriam R$ 78 bilhões, em 2030.

Jornal Midiamax