Brasil

Empresas iniciam trabalhos para retirar material poluente de incêndio em Santos

O chefe da Defesa Civil do município, Daniel Onias, disse que o trabalho deve levar dias para ser concluído

Clayton Neves Publicado em 11/04/2015, às 19h57

None
size_810_16_9_incendio-santos.jpg

O chefe da Defesa Civil do município, Daniel Onias, disse que o trabalho deve levar dias para ser concluído

As empresas Suatrans Cotec e Ambipar começaram neste sábado (11) os preparativos para retirada do material poluente que ficou represado no lago, localizado ao lado do terminal de granel líquido da Ultracargo, na Alemoa, onde ocorreu o incêndio que durou nove dias, segundo informação da prefeitura de Santos.

O chefe da Defesa Civil do município, Daniel Onias, disse que o trabalho deve levar dias para ser concluído. Segundo ele, não há como calcular o volume de líquidos a ser retirado por bombas de sucção, porque muita espuma e água foram usadas no combate ao fogo.

A mistura poluente inclui ainda gasolina e álcool, que vazaram dos tanques durante o incêndio, segundo a prefeitura. O Centro de Defesa Ambiental da Petrobras também está no terminal ajudando no trabalho de despoluição do local.

Jornal Midiamax