Brasil

Dilma Rousseff minimiza rebaixamento da nota da Petrobras

As ações da estatal caíram quase 5%

Gerciane Alves Publicado em 26/02/2015, às 12h45

None

As ações da estatal caíram quase 5%

A quarta-feira (25) foi um dia nervoso no mercado financeiro depois do rebaixamento da nota da Petrobras pela agência de classificação de risco Moody’s. As ações da estatal caíram quase 5%. A presidente Dilma minimizou o rebaixamento da Petrobras.

“Eu acho que é uma falta de conhecimento direito do que está acontecendo na Petrobras. Agora, eu não tenho dúvida que a Petrobras vai ser uma empresa com grande capacidade de se recuperar disso, sem grandes consequências. O governo sempre vai tentar evitar o rebaixamento. Isso é absolutamente natural. Nós só lamentamos que não tenha tido correspondência por parte da agência, mas eu acho que isso está superado”, disse a presidente Dilma Rousseff.

Jornal Midiamax