Brasil

Dilma é governada e negocia como uma feira livre, diz Aécio

Tucano voltou a criticar presidente

Midiamax Publicado em 29/09/2015, às 22h16

None
aeciogeorgegiannipsdb.jpg

Tucano voltou a criticar presidente

Aécio Neves voltou à sua rotina de criticar o governo Dilma Rousseff nesta terça-feira e falou sobre as conversas que a presidente têm mantido com a base aliada sobre a reforma ministerial. Com os boatos que a petista estaria disposta a entregar até sete ministérios ao PMDB, o senador disse que Dilma está perdida no cargo e só pensa em se manter no poder por meio de alianças.

“É o fim de um governo. O presidente Fernando Henrique disse uma frase que resume o que nós estamos vivendo no Brasil hoje. A presidente já não governa. A presidente é governada. A lógica da presidente hoje, das suas ações é única e exclusivamente a sua manutenção no poder por mais alguns dias”, disse Aécio.

“Ela trocou tudo isso por uma lógica que o Brasil não merece mais viver, que é essa do toma lá, dá cá. Essa da troca de cargo sem preocupação com a qualificação faz que, sem juízo de valor, a nomeação de A ou B, sem qualquer preocupação com a efetividade das ações de cada uma dessas áreas. Essa chamada reforma administrativa, na verdade está tendo como resultado a desqualificação ainda maior de um governo muito pouco qualificado”, completou o senador.

Aécio comparou a negociação de cargos a uma feira livre, tudo em troca de alguns votos no Congresso. “A forma como a presidente da República está distribuindo nacos de poder, como numa feira livre, distribuindo para quem der a melhor oferta, áreas de tamanha relevância para a vida dos brasileiros, como o Ministério da Saúde, sendo trocado por 20, 30 votos; o Ministério da Infraestrutura por outros 10 votos, é a negação de tudo que o Brasil precisava estar vivendo”, disse.

Jornal Midiamax