Brasil

Deputado federal leva soco no rosto durante festa religiosa em MT

Assessor dele tentou segurar homem e também levou soco no rosto

Clayton Neves Publicado em 22/05/2015, às 18h37

None
deputado_federal_fabio_garcia_620x465_jessica_brito.jpg

Assessor dele tentou segurar homem e também levou soco no rosto

O deputado federal Fábio Garcia (PSB-MT) foi agredido na noite desta quinta-feira (21) durante a Festa do Divino Espírito Santo, em Poconé, a 104 km de Cuiabá. Ele estava acompanhado da mulher e de assessores quando um bancário se aproximou e deu um soco no rosto dele, segundo a assessoria do parlamentar. Um assessor dele, que tentou segurar o agressor, também foi agredido.

Garcia cumprimentava as pessoas logo ao chegar ao evento quando foi surpreendido com um soco. O homem que até então era desconhecido do parlamentar não chegou a dizer o motivo da agressão, mas, segundo a assessoria, o gerente do banco onde ele trabalha procurou o deputado e disse que o funcionário estaria perturbado, porém, não disse a causa.

Após o deputado ser agredido, um assessor tentou segurar o homem, porém, ele conseguiu se soltar e deu um soco no rosto dele, também. Os seguranças da festa tentaram segurar o agressor, mas ele fugiu.

Em nota, o parlamentar disse que qualquer pessoa pode ser vítima de ataques desse tipo. “Infelizmente, ataques de pessoas desequilibradas podem acontecer com qualquer cidadão de bem”, diz.

O deputado e o assessor registraram boletim de ocorrência na polícia. Segundo a Polícia Civil, o deputado precisa representá-lo pela agressão para que ele possa responder pelo crime. O homem ainda não foi localizado, mas vai ser dado continuidade à investigação.

A tradicional Festa do Divino é realizada anualmente no salão da igreja católica do município. Depois do agressão, o deputado federal de primeiro mandato deixou o local junto com a equipe dele.

Jornal Midiamax