Brasil

Chuva chega nesta terça de carnaval e anima foliões em Olinda

A folia também abriu espaço para tratar de maneira descontraída temas sérios

Diego Alves Publicado em 18/02/2015, às 00h09

None

A folia também abriu espaço para tratar de maneira descontraída temas sérios

A chuva chegou na terça-feira de carnaval a Olinda, mas em vez de arrefecer, a água animou os foliões que acompanharam os blocos pelas ladeiras do centro histórica da cidade. A multidão que seguiu o bloco Eu Acho É pouco caiu no frevo ao som das marchinhas de carnaval. “A chuva é sempre bem-vinda, refresca e dar mais ânimo”, disse o catarinense e estudante de ciências sociais Rafael Barreto, que participa do carnaval na cidade pela primeira vez.

A folia também abriu espaço para tratar de maneira descontraída temas sérios. Diversos blocos empunharam a bandeira do respeito com a diversidade. Na sexta-feira (13) um incidente, considerado por muitos como um caso de homofobia, serviu para a bandeira da diversidade entrar na tônica do carnaval.

O caso – envolvendo o baiano Magno da Costa Paim, 21 anos, e o paraense Hector Zapata, 22 anos, que disseram ter sido agredidos pela polícia porque estavam se beijando na frente do Mercado da Ribeira – causou surpresa nos foliões LGBT (sigla para lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e transgêneros) que sempre se encontram na Rua 13 de Maio, conhecido como opoint gay da folia olindense.

Motivados pleo caso envolvendo os dois rapazes, os blocos Toda Forma de Amor e o Vai ou Racha levantaram seus estandartes para fazer um grito contra o preconceito e pregar o amor para todos. O Ou vai ou Racha, formado há três anos e que sempre aborda a temática, reuniu uma multidão que dançou e se manifestou contra o preconceito a qualquer orientação sexual. “O carnaval mais que o resto do ano é o momento de se celebrar a diversidade”, disse uma estudante de 26 anos, que não quis ter o nome divulgado, por medo da intolerância.

A Corregedoria da Secretaria de Defesa Social (SDS) informou à Agência Brasil que abriu investigação para apurar o ocorrido.

A folia em Pernambuco continua na Quarta-Feira de Cinzas com o desfile do bloco Bacalhau do Batata, que promete arrastar uma multidão ainda disposta a se divertir, mesmo com o final do Reinado de Momo.

Jornal Midiamax