Brasil

Avião carregado de drogas cai e dois morrem carbonizados no Piauí

Polícia encontrou uma pista clandestina próximo ao acidente, onde possivelmente a aeronave tentava o pouso

Gerciane Alves Publicado em 12/04/2015, às 12h41

None
aviao.jpg

Polícia encontrou uma pista clandestina próximo ao acidente, onde possivelmente a aeronave tentava o pouso

Um avião monomotor caiu no sábado (11) no município de Assunção no Piauí (a 281 km de Teresina), transportando 22 quilos de cocaína. No acidente, duas pessoas morreram carbonizadas. O local da queda do avião é em mata fechada e a Polícia teve dificuldade de encontrar os destroços. Sete pessoas foram presas acusadas de ajudar no transporte e fazer a logística para aeronave.

O delegado Regional de Campo Maior, Gustavo Jung, informou que os corpos carbonizados foram levados para o Instituto Criminalística em Teresina para a identificação.

O acidente teria acontecido por volta das 2h da madrugada deste sábado no povoado Lajeiro Branco, que fica a 24 km da zona urbana do município de Assunção do Piauí. Os corpos foram achados pelos moradores da região. No local foram apreendidos 22 quilos de cocaína, mas a polícia acredita a quadrilha transportava mais drogas – o restante dela teria sido queimada com a explosão do avião. A droga é avaliada em R$ 550 mil.

“A quantidade de droga pode ser maior, pois encontramos cocaína  destruída pelo fogo. O avião não caiu de bico e foi levando parte da mata. A droga estava sendo levada para a pista clandestina em São Miguel do Tapuio para ser distribuída no Piauí e Ceará”.

A polícia encontrou uma pista clandestina próximo ao acidente, onde possivelmente a aeronave tentava o pouso. O gerente de policiamento de interior, delegado William Morais, informou que com os sete presos foram apreendidos três veículos (uma Toyota Hilux e duas Volkswagen Amarok), dois drones (equipamentos aéreos monitorados por controle remoto), dinheiro e dois galões grandes de combustível. Foi apreendido também grande quantidade de equipamentos da aviação. A quantidade de dinheiro apreendido não foi divulgada pela Polícia.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Campo Maior e vão responder por tráfico de drogas. “As pessoas foram presas na serra, na divisa do Piauí com o Ceará e os drones eram usados para monitorar o avião”, disse o delegado.

Jornal Midiamax