Brasil

Área social do governo permanecerá nas mãos de Tereza Campello

Tereza Campello integrou a equipe de transição da primeira gestão do governo Lula.

Gerciane Alves Publicado em 31/12/2014, às 15h12

None

Tereza Campello integrou a equipe de transição da primeira gestão do governo Lula.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) continuará tendo à frente a economista Tereza Campello, ministra que comanda a pasta desde o início do mandato da presidenta Dilma Rousseff. O nome dela foi oficialmente confirmado hoje (31) em nota divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República

Responsável por políticas de assistência social, segurança alimentar e transferência de renda, o ministério ganhou grande destaque, na gestão de Tereza Campello, pela implementação do Programa Brasil sem Miséria, que ampliou o Programa Bolsa Família, elaborado durante o governo Lula.

Considerada integrante da cota pessoal da presidenta, a paulista que fez carreira acadêmica e política no Rio Grande do Sul tem um perfil discreto. Antes do governo Dilma, atuou sobretudo na formulação de políticas.

Foi assim que participou de duas gestões petistas na prefeitura de Porto Alegre, em 1989 e 1993, quando foi assessora econômica e depois coordenadora do Gabinete de Planejamento e Orçamento Participativo, bem como do governo do Rio Grande do Sul, entre 1999 e 2002, quando foi secretária substituta e coordenadora da Secretaria-Geral de Governo.

No âmbito federal, Tereza Campello integrou a equipe de transição da primeira gestão do governo Lula, em 2002, e do grupo que formulou o Programa Bolsa Família. Foi ainda subchefe adjunta de Articulação e Monitoramento da Casa Civil, quando participou da elaboração de ações como o Programa Nacional do Biodiesel.

Jornal Midiamax