Le Blog Maria Antonia

Um Ferrari de dez milhões de euros

A incrível saga de um Barchetta Vignale, que começou sua vida em Portugal, em 1952, perdeu-se pelo Brasil e reapareceu no encontro de Araxá. Passou por vários donos, perdeu o motor original. Finalmente, em 2008, o Ferrari ressurgiu exatamente no encontro de Araxá, ainda sem motor. Havia inclusive dúvidas sobre sua autenticidade, mas o seu […]

Maria Antonia Naegele Publicado em 22/03/2021, às 12h13

None

A incrível saga de um Barchetta Vignale, que começou sua vida em Portugal, em 1952, perdeu-se pelo Brasil e reapareceu no encontro de Araxá.

Passou por vários donos, perdeu o motor original.
Finalmente, em 2008, o Ferrari ressurgiu exatamente no encontro de Araxá, ainda sem motor. Havia inclusive dúvidas sobre sua autenticidade, mas o seu dono atual, contatou a fábrica da Ferrari na Itália, já que teriam sido fabricados apenas oito destes Ferrari de competição. Segundo algumas fontes, seriam um pouco mais de 20, incluindo o modelo berlineta. A Ferrari acabou
mandando um engenheiro vistoriar o carro no Brasil, pois existiam pouquíssimas unidades preservadas, todas catalogadas na Europa ou nos Estados Unidos. Não havia registro de mais um Barchetta, ainda mais perdido na América do Sul.

O engenheiro italiano veio ao Brasil e, constatou a originalidade do raro Ferrari perdido. O 225 Vignale acabou indo para Modena, na Itália, onde ganhou finalmente um motor igual ao original. Trata-se de um V-12 de apenas 2,7 litros, que rende invejáveis 210 cv, com comando de válvulas único por cabeçote e três carburadores duplos. A restauração foi feita no Classic Center da própria Ferrari, que usa funcionários aposentados para o longo e caro trabalho. Ninguém exibe cifras, mas em Araxá falava-se em um milhão de euros só na restauração. Não deve estar longe da verdade: restaurar um carro na própria Ferrari não é exatamente uma pechincha.

A história do Ferrari perdido no Brasil correu o mundo e colecionadores teriam feito ofertas multimilionárias pela raridade ainda durante o trabalho na fábrica italiana. Mais uma vez ninguém confirma valores, mas no encontro mineiro falava-se de uma oferta de um museu de Dubai, de dez milhões de euros. No entanto, seu dono preferiu que ele continuasse no Brasil, desta vez devidamente encontrado, autenticado por uma restauração na própria fábrica da Ferrari. Segundo vários especialistas, agora são cinco Barchetta Vignale 225 no mundo, e um deles está no Brasil.

Um Ferrari de dez milhões de euros
Foto : Reprodução
Um Ferrari de dez milhões de euros
Foto : Reprodução
Um Ferrari de dez milhões de euros
Foto : Reprodução
Um Ferrari de dez milhões de euros
Foto: Reprodução
Jornal Midiamax