Le Blog Maria Antonia

Segundo pesquisa, assento vazio do meio pode diminuir pela metade contágio de Covid-19 em aviões

Assento vazio pode diminuir pela metade contágio de Covid-19 em aviões. De acordo com uma pesquisa do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, se a cadeira do meio não for ocupada, a chance de o passageiro na janela ser contaminado é de 1 em 14 mil Companhias aéreas de todo o mundo já se […]

Maria Antonia Naegele Publicado em 17/07/2020, às 19h46

None

Assento vazio pode diminuir pela metade contágio de Covid-19 em aviões. De acordo com uma pesquisa do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, se a cadeira do meio não for ocupada, a chance de o passageiro na janela ser contaminado é de 1 em 14 mil

Companhias aéreas de todo o mundo já se manifestaram contrárias a tornar essa medida um padrão. As empresas alegam que o bloqueio do assento do meio reduziria a capacidade dos aviões e causaria um aumento dos custos. Com passagens mais caras, a recuperação do setor seria ainda mais difícil.

As empresas alegam que já estão tomando outras medidas para garantir a segurança dos passageiros.

Embora a ideia do assento do meio bloqueado possa chegar a mais empresas e permanecer por algum tempo, a probabilidade de isso se tornar permanente é muito baixa. Quando a demanda de viagens aéreas retornar aos níveis anteriores ao COVID-19, as companhias vão procurar vender todos os assentos de uma aeronave, já que poltronas vazias acarretariam um aumento considerável nos custos por passageiro e no valor das passagens aéreas.

Segundo pesquisa, assento vazio do meio pode diminuir pela metade contágio de Covid-19 em aviões
Foto : Reprodução
Jornal Midiamax