Le Blog Maria Antonia

Nossa gloriosa imortal Nélida Piñon inaugura o VIII Congresso de La Lengua Espanola.

Nélida Piñon inaugura o VIII Congresso de La Lengua Espanola, em Córdoba, na Argentina, junto com o Rei de Espanha, Felipe VI, Mário Vargas Llosa e Carmen Riera. Cada Congresso da Língua Espanhola tem um discurso inaugural oferecido por alguém que escreve em um idioma diferente do espanhol . Nesta oitava edição, a autora e […]

Maria Antonia Naegele Publicado em 30/03/2019, às 12h23

Foto:Reprodução
Foto:Reprodução - Foto:Reprodução

Nélida Piñon inaugura o VIII Congresso de La Lengua Espanola, em Córdoba, na Argentina, junto com o Rei de Espanha, Felipe VI, Mário Vargas Llosa e Carmen Riera.

Nossa gloriosa imortal Nélida Piñon inaugura o VIII Congresso de La Lengua Espanola.
Foto:Reprodução

Cada Congresso da Língua Espanhola tem um discurso inaugural oferecido por alguém que escreve em um idioma diferente do espanhol . Nesta oitava edição, a autora e acadêmica convidada a enunciar as palavras de abertura foi a brasileira Nélida Piñon, filha e neta de imigrantes espanhóis. Em suas palavras, Nélida definiu o espanhol como uma língua universal, que “brilhava no coração” ” Eu nasci no meio de ruídos linguísticos que nem sempre coincidem com a conversa da rua , a língua espanhola circulou em minha casa, mesmo antes de eu vir para o mundo, no bairro de Villa Isabel do Rio de Janeiro, disse Piñón, aos 85 anos, uma das escritoras mais reconhecidas do Brasil , com mais de 28 livros publicados.

Nossa gloriosa imortal Nélida Piñon inaugura o VIII Congresso de La Lengua Espanola.
Foto:Reprodução
Jornal Midiamax