Subtenente é excluído da PMMS após receber propina para não fiscalizar fazenda em operação | Jornal Midiamax
Polícia

Subtenente é excluído da PMMS após receber propina para não fiscalizar fazenda em operação

O militar teria recebido R$ 8 mil do proprietário da fazenda

Publicado por
Renata Volpee Thatiana Melo
Compartilhar

Foi excluído da de um subtenente após ser processado por receber propina de um fazendeiro, na região de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. A exclusão do militar foi publicada nesta quarta-feira (25).

A exclusão por decisão judicial foi publicada no Diário Oficial. No portal da transparência, os proventos do subtenente somam R$ 12.460. Ele teria recebido de propina o valor de R$ 8 mil para não vistoriar a propriedade rural durante uma operação em conjunto com a Marinha do Brasil.

A operação aconteceu em 2016, e segundo consta a denúncia contra o militar após verificar situação irregular na fazenda, ele entrou em contato com o dono que ofereceu o dinheiro para ele para que não fosse lavrada a multa. A entrega do dinheiro foi combinada em um restaurante de Campo Grande, em agosto de 2016.

Na propriedade havia algumas irregularidades como, animais que estavam à beira do Rio Paraguai causando o assoreamento do rio. Ainda de acordo com a denúncia, o policial teria ligado para o dono da fazenda dizendo que iria lavrar uma multa no valor de R$ 70 mil. 

Nisso, foi perguntado ao policial como poderiam resolver a situação. O militar teria dito que 'poderia ser feito de outra forma', sugerindo o pagamento de R$ 10 mil, mas em uma tentativa de negociar, o dono ofereceu R$ 6 mil, o que foi negado pelo subtenente. Ele pediu R$ 8 mil, já que teria de dividir com outros policiais, segundo consta nos autos.

Jornal Midiamax

Esta notícia foi publicada em 25 de maio de 2022 10:47

Publicado por
Renata Volpee Thatiana Melo