'Ela é maleável': Globo encomendou dublê de sucuri de 4 metros para substituir a verdadeira no remake | Jornal Midiamax
Categorias: MidiaMAIS

'Ela é maleável': Globo encomendou dublê de sucuri de 4 metros para substituir a verdadeira no remake

Na foto abaixo, a serpente atriz verdadeira aparece brilhando com a equipe da trama

Publicado por
Arquivo
Compartilhar

Para facilitar os trabalhos envolvendo a em que o lendário Velho do Rio se transforma na novela "Pantanal", a TV Globo precisou encomendar de uma artesã uma fake para representar a verdadeira nos momentos de necessidade.

Miriam Saback, produtora de arte do folhetim, revelou que pesquisou por 6 meses os artefatos para construir o universo pantaneiro. Sobre a serpente de mentira, Miriam detalhou:

"Ela é maleável, temos que passar diariamente uma glicerina para não ressecar. Quando encomendamos, pedimos que houvesse a possibilidade dessa cobra entrar dentro da água. Materiais como esses não podem ficar no calor do Pantanal. Mandamos fazer uma casinha, um compensado de madeira para abrigá-la", contou ao Metrópoles.

E não termina por aí. "Para as gravações, precisamos deslocar essa cobra de uma fazenda para outra. Ligamos para a frota e pedimos um carro específico para a arte, com caçamba atrás, e encomendamos um rack com a medida da cobra", disse a produtora.

A cobra fake já é conhecida como uma dublê de sucuri, mas Saback afirma que a verdadeira é usada na maior parte das cenas. Em sua busca pela construção do universo pantaneiro, a produtora procurou valorizar a cultura indígena.

"Comprei a louça toda do povo Terena, produzida por indígenas da região. São travessas de cerâmica vermelha com desenhos indígenas para a fazenda, louças mais simples para a tapera e algumas sacolas que eles fazem de mercado, com desenhos lindos para a chalana, que encomendamos para homenagear esse povoado local", afirma Miriam.

"Quando entramos em contato com eles, tivemos ainda a oportunidade de conversar com o pajé e tirar algumas dúvidas sobre como são tratadas pessoas que sofrem picadas de cobra ou são atacadas por animais, pois precisaremos ter em algumas cenas o que seria usado em casos como esses, já que o Velho do Rio em determinado momento irá ajudar uma pessoa, e explicará que aprendeu o ritual com indígenas", declarou a produtora de arte da trama.

O remake de "Pantanal" está com a estreia marcada para o dia 28 de março, logo após o Jornal Nacional, na tela da Globo.

Jornal Midiamax

Esta notícia foi publicada em 17 de fevereiro de 2022 16:31

Publicado por
Arquivo